Ocean and coastal dynamics

Dinâmica oceânica e costeira

  • Observação do oceano

O CIMA tem experiência na utilização de base de dados mundiais e implementa técnicas de downscalling para criação de modelos a diferentes resoluções espaciais.

Desenvolve tecnologias de previsão operacional de alta resolução no oceano, que permitem determinar, por exemplo, a origem de manchas de petróleo e criar mapas de risco associado a derrames de hidrocarbonetos.

Desenvolve algoritmos para melhorar a exatidão dos mapas satelitais ESA e EUMESTAT para as águas costeiras.

  • Sistemas de transição

O CIMA realiza estudos observacionais e numéricos relacionados com a hidrodinâmica, ecologia, morfologia e qualidade ambiental de estuários e zonas lagunares.

Investiga a dinâmica de nutrientes, oxigénio dissolvido, clorofila-a e matéria em suspensão, com particular destaque para os balanços de massa entre os sistemas de transição e o oceano.

O CIMA avalia os efeitos nos sistemas de transição dos mecanismos forçadores de correntes no oceano (afloramento costeiro, correntes costeiras, etc) e da carga/descarga de aquíferos. Investiga a influência destes processos na dinâmica das redes tróficas marinhas e na atividade biológica destes ecossistemas.

O CIMA apoia a gestão sustentável destes sistemas e disponibiliza dados à administração publica e sociedade civil

  • Dinâmica Costeira

O CIMA estuda os processos de dinâmica costeira em praias, litorais rochosos e barras (galgamentos oceânicos, influência do controlo geológico, migração de barras de maré).

Dispõem de equipamentos e tecnologias avançadas de recolha de dados para investigar estes processos a diferentes escalas espaciais e temporais, disponibilizando conhecimento para melhorar o ordenamento das zonas costeiras e minimizar a exposição a fenómenos extremos.

O CIMA trabalha no desenvolvimento de ferramentas, modelos de previsão, sistemas de alerta e modelos conceptuais de gestão com o objetivo de reduzir o risco e aumentar a resiliência a eventos meteorológicos extremos (tempestades), bem como a eventos sísmicos e tsunamis.

Produz cartografia da ameaça /exposição ao risco e modelos de suporte à decisão, de forma a permitir o planeamento de medidas de minimização e ordenamento do território.